02/03/2007

Um Amigo é mesmo Amigo!

Parti à procura de algo que me fizesse sorrir de novo.
A tristeza e a solidão invadiram o mais íntimo de mim mesma.
Confiança e optimismo foram abafados pelo mais céptico do meu eu.
Esqueci-me de olhar e de devolver o olhar àqueles que por mim passavam e, sorrindo alegremente, diziam:
- Bom dia! Já viste a alegria do Sol e o brilho das cores?
A indiferença continuava e o semblante cada vez mais cerrado.
- E o pipilar das aves? Não ouves?
E os ouvidos fechados a qualquer som, por mais melodioso que fosse, para não abandonar a noite em que me tinha transformado.
- E as flores, e as borboletas?
Mantinha o ar distante e apagado de quem perdeu o sentido da vida.

Tinha estendido a mão que foi recusada por outra mão que me pudesse dar algum calor.
Mendiguei um olhar e o outro olhar foi desviado.
Implorei por um sorriso e ele foi ter mais ao lado.
Só me deixava afagar pelo frio da solidão e pela angústia da rejeição.
Pairava a confusão e o caos dentro de mim.

"Voei" até ao mar e deixei correr todo o desespero.
As lágrimas salgadas misturavam-se com a água salgada.
O vento zunia feroz nos meus ouvidos.
As gaivotas alegres dançavam por cima das ondas num voo despretensioso, ora lento, a saborear o prazer da vida, ora veloz para chegar mais longe, mais alto... e eu indiferente!

Senti que não estava mais só.
Sentada, ao meu lado, estava uma menina.
Colocou a mão no meu joelho.
- Porque estás triste? A tua mamã foi para o Jesus?
- Sabes, a minha mamã está no Jesus! Ela gosta muito de mim e disse ao Jesus para ficar sempre comigo.
- Eu não estou triste! A minha mamã, no céu, está contente por eu brincar e por fazer os trabalhos da escola.
Lentamente o calor e a serenidade começaram a envolver-me os ombros. Comecei a sentir-me confortável e menos ameaçada!
O que a voz de uma criança pode despertar nos corações mais atormentados!

Passaram-se anos.
A Sara cresceu e tornou-se uma grande mulher.
Manteve o sorriso, a doçura e a mão estendida para afagar o ombro dos que estão mais sós.
A Sara estendeu-me a mão e a alegria do sorriso que me contagiou e continua a contagiar.
Está presente em todos os momentos, tanto de alegrias como de tristezas.
Nunca mais me senti só!
Ela é minha irmã no coração, pois acendeu de novo a chama da vida.
Construímos uma relação de grande cumplicidade, de muita serenidade e de muitos silêncios.
Deixei-me seduzir e enfeitiçar pela mão desinteressada de uma menina de coração grande que me deixou entrever a luz do Amor de um Pai que dá, escuta e nunca abandona.

Para mim, um Amigo é alguém que nos seduz e nos dá a bofetada na hora certa de modo a sair do marasmo e a viver a vida como Ele nos ensinou: sem medo, com alegria e muita, muita confiança.
Um Amigo é mesmo Amigo!

A Sara não existe! Existem muitas Saras por aí espalhadas sempre disponíveis para ouvir, apenas ouvir um amigo triste e desalentado...
Eu já fiz essa experiência!


Agora vai o meu desafio.
Há um amigo que sabe o que diz e sabe o que quer.
Pensa e faz pensar.
Contrói e ajuda a construir.
Por isso:

Desafio-te Rui a continuares a roda.

http://derrotarmontanhas.blogspot.com/

7 comentários:

Eremita disse...

Subscrevo este seu lindo post.Um AMIGO é aquele que está sempre presente,mesmo que ausente em qualquer situação e que nos ajuda a caminhar até ao limiar da eternidade.
Bjs

JRSJ disse...

Não quero ficar instalado no conforto dos meus dias. Quero todos os dias, sair à procura do sempre novo e renovado Amor do nosso Deus.Pode até der duro o caminho, pode fazer doer e deixar marcas profundas, mas o sabor da vitória tudo supera...
Este é para mim o caminho da amizade. Costumo dizer: os amigos de ocasião "servem para nós lhes pagarmos um copo quando temos dinheiro..."
Mas, a verdade que esperimento é que, quem faz amigos em Deus, tem amigos para sempre.

Dou graças a Deus pela sua vida e por ter o previlégio de a ter encontrado neste peregrinar da minha vida.

Rui Santiago cssr disse...

Olá ANDANTE!!!

Muito obrigado por teres colocado aqui o meu blogzito.
Mas não percebi bem o alcance da missão que me confiaste de "continuar a roda"...
O que queres que eu faça?

(pareço o Samuel a falar com Iahvéh!)

SHALOM e até já

J disse...

Andante,

Um post cheio do Amor de Cristo, e que diz tudo o que se deve saber sobre uma boa amizade.

Obrigado pela partilha, meu amigo no Senhor.

Um grande beijinho em Cristo

Alessandro disse...

Poderia acrescentar meu blog em suas indicações?
Nome: Apologeta
Endereço: http://apologeta.blog.com
RSS: http://apologeta.blog.com/rss/

andarilho disse...

ainda a voar.... continua, os voos que levas são lindos...

Anónimo disse...

Para ti, Amiga, o meu beijo de boa noite. Venho-te visitar muitas vezes mas a disposição ainda é fraca. Fica bem
Filó