13/09/2006

Reunião de pais

A reunião já acabou e voltei cansada mas viva!
Demorou duas horas.
A sala estava composta, vinte encarregados de educação para vinte e oito alunos. Bem bom!
Nem o futebol os demoveu... embora alguns estivessem agitados.
Começou bem, os filhos, finalmente, foram mais importantes que o "ópio".

Iniciei a reunião com uma provocação.
Contra todas as regras (e estava bem assustada, risos) passei um diaporama onde se fala sobretudo pela negativa.
Aqui há tempos recebi um mail com o título Mãe Má.

Fala-se da forma de lidar com adolescentes, contrariando-os, mesmo que eles façam chantagem afectiva (isto atemoriza os pais que levam à letra tudo o que sai pela boca fora dos filhos).
Acusaram a provocação e pediram-me o texto integral para o lerem e comentarem com os seus educandos. A ver vamos se resulta.
Fui dura nalgumas considerações, expliquei o papel da escola e a responsabilidade que assume perante os pais e os filhos.
Foquei com veemência o papel dos pais e avisei-os que não "admito" demissões, pois eles são o espelho dos pais e os pais não podem responsabilizar a escola dos seus próprios fracassos.
Alguns não devem ter gostado!

Elegemos os representantes e expliquei-lhes que o representante está ali em nome dos pais e não em nome pessoal.

Espero agora o feed-back.

Amanhã há mais reuniões, três, e na Sexta-feira, recepção aos alunos. Devem chegar apreensivos porque não me conhecem e quando cruzam comigo vêm-me sempre séria. Dá estilo (risos)!

Estou ansiosa por conhecer os índios...

3 comentários:

Andante disse...

Já me estava a esquecer da grande novidade.
A escola vai disponibilizar o computador para a Soraia.

Beijos peregrinos

Lai disse...

Ainda bem que a reunião foi proveitosa...
Tenho alguns amigos professores e eles dizem horrores destas reuniões!
E fiquei tb mt contente com o computador da Soraia...

Deus te abençõe e te guarde a ti e à tua familia
Lai

Eremita disse...

Sim cara Andante é muito importante os pais estarem presentes e acompanharem os filhos no dia a dia,para que a harmonia familiar volte a reinar e estes se sintam amados por todos à sua volta.
Alguns anos que desempenho as funções de auxiliar,e até hoje não tive razão de nenhum aluno.Mantenho espírito jovem como eles,acompanhando-os nos seus problemas.Quando é hora de chamar atenção a sério,faço-o,quando é hora de brincar,brinco,quando é hora de os escutar,escuto.Penso que a escola é muito importante para a formação deles.Um professor ,como outro elemento qualquer da escola deve de servir de amparo e ajuda para aqueles que na flor da idade necessitam de aprender a crescer a todos os níveis.
Que bom seria que todos(as) fossem como a Andante.
Também guardo muitas boas recordações,de estudante,tive profesoras amigas,isso marca o aluno.

Força para o arranque! abraços