14/09/2006

Pai
Tu que és Deus e és Santo
Tu que tudo conheces e tudo vês

Pai
Conheces a minha angústia e o meu medo.

Depois de uma semana de reuniões, Pai, eis que se aproxima o grande dia!
Amanhã a escola vai ganhar vida e alma, vão chegar aqueles para quem ela existe.

Tu sabes que a maior parte dos alunos são novos para mim (apenas conheço aqueles que tropeçaram e atrasaram a sua escolaridade. Um sétimo ano e três nonos. Turmas de 28 alunos. Como será possível fazer um trabalho digno e individualizado?).

Vão chegar com o coração cheio e a rir-se de esperança.
O reencontro
As expectativas
As aulas
Os professores que mais uma vez chegaram de uma qualquer cidade, vila ou aldeia deste país com a casa às costas, deixando para trás os seus próprios filhos, as suas famílias e todo o seu mundo criado tantas vezes à custa de sacrifícios e que se vão desmoronando lentamente...

Pai Santo
Olha com todo o Teu Amor para este mundo que vai começar a fervilhar
Abraça-nos e caminha ao nosso lado nesta nova peregrinação feita de incertezas e de desgastes.
Adoça o Caminho dos jovens e não permitas que abracem outros caminhos.

Pai santo
Deposito no Teu coração de Amor todas as angústias e todos os medos pois sei que nunca nos abandonas

4 comentários:

andarilho disse...

Andante Peregrina…
Não temas… o Senhor está contigo… procura apenas olhar como uma Mãe as avezinhas e os pardalitos que foram entregues aos teus cuidados.. o resto, deixa, o Amor alimentará os vossos corações….

zezezinho disse...

" Eis-me aqui, sou criança que procura a mão, eis-me aqui pequenino nos teu braços". minha amiga Ele estará sempre contigo e esses pequenos seres que buscam ser alguém na vida encontraram em ti um ombro amigo...alguns buscaram em ti o refugio que tu própria bucas no Pai...Força

joaquim disse...

Ai de nós se não tivéssemos angústias e medos!

Convencidos de que sabiamos tudo, iriamos muitas vezes de erro em erro, sem nos preocuparmos em analisar o nosso trabalho.

Mas se temos dúvidas e medos, procuramos fazer o melhor e sobretudo fazemos o que agora fizeste, ou seja, entregamo-nos ao Senhor e pedimos que Ele nos ilumine e abençoe o nosso trabalho.

Felizes crianças que têm em ti uma alma veradeiramente preocupada com elas.

Que Deus Nosso senhor te abençoe e ilumine.

Abraço em Cristo
Joaquim

Andante disse...

Bom regresso Andarilho! Já nos faziam falta os teus textos e os teus comentários.

Eu sei Andarilho que Ele nunca me abandona, mas a ansiedade, de nada dever esconder deles e também de ter que usar a máscara, cansa-me.
É sempre assim no início de cada ano lectivo.
Garanto-te que vou cuidar das "avezinhas" e dos "pardalitos" não só como uma Mãe mas também como uma amiga mais velha.

É esta a relação que tento, sempre, estabelecer com eles e com elas. Muitos ficam para sempre...

Olá Zezezinho, bem vindo a esta casa.
Eles sabem sempre que o ombro está disponível, e o colo também.

Ai de nós, Joaquim, se deixassemos de tremer!
O orgulho é uma grande falta e pensar que se é "deus" ainda é maior.
Hei-de estar a entrar na reforma e a tremer...
As e os colegas da escola estão sem a "dar-me música" por causa dos medos das angústias e dos tremores.
Não há volta a dar, desta idade já não tenho emenda nem faço nada para a ter. Prefiro "sofrer" para conseguir dar respostas e não frustar os anseios das avezinhas.

Beijos peregrinos